Listas tríplices empacam

A exemplo do que aconteceu com Rodrigo Rollemberg (PSB), o governador eleito Ibaneis Rocha (MDB/foto) terá muita dificuldade para democratizar a escolha dos futuros administradores regionais a partir da elaboração de listas tríplices pela comunidade.

FRUSTRAÇÃO – Apesar da mobilização praticamente em todas as cidades do DF, onde sites e veículos de comunicação abriram consultas pela internet e grupos de lideranças comunitárias promovem debates sobre o assunto, tudo indica que prevalecerão as indicações para contemplar interesses de políticos aliados.

HERMETO – O distrital eleito João Hermeto (PHS), segundo o blog do Hélio Rosa, teria exigido o controle da Candangolândia, Park Way e Núcleo Bandeirante. Nada, nada, são 150 cargos comissionados à disposição de aliados.

GORDINHO – O ex-candidato a deputado distrital Gordinho da Farmácia (Avante) articula, com ajuda da deputada federal eleita Paula Belmonte (PPS) e da futura senadora Leila do Vôlei (PSB), para conquistar o posto de administrador de São Sebastião, mesmo que interinamente, até o governador decidir sobre a participação popular.

PRB – O partido não quer abrir mão das administrações regionais. Os distritais eleitos Martins Machado e Rodrigo Delmasso deverão indicar nomes para Samambaia e Guará, respectivamente. A legenda perdeu o controle da Secretaria de Esportes, comandada por Leila, que depois migrou para o PSB. A pasta passará para Leandro Cruz Fróes da Silva (sem partido), atual ministro dos Esportes de Temer. Em contrapartida, o PRB ganhou a pasta da Ciência e Tecnologia, com Gilvan Máximo, indicado pelo presidente da sigla, Pastor Wanderley Tavares.

PDT – Cláudio Abrantes pode influenciar na decisão em Brazlândia, já que o deputado da região Juarezão (PSB) não conseguiu se reeleger. Reginaldo Veras se reafirma independente contra o fisiologismo. Entretanto não esconde que apoia os professores Marcos Antônio para a Ceilândia e Jucelino Carvalho para Taguatinga. Ambos trabalharam para as várias reformas em escolas públicas naquelas cidades, por intermédio das regionais de ensino.

 

Fonte:

2 Responses

  1. esse blog esta mal informado,brazlandia tem um Deputado eleito e tem sim um representante da cidade….

  2. Tenho pena de quem acreditou nisso !o Rollenberg tentou! Mas , existe entrave! Nem sempre o que queremos é possível acontecer!

Deixe um comentário