Licitações de aterro sanitário e coleta

Depois de analisar o edital de concorrência pública  lançado pelo Serviço de Limpeza Urbana (SLU), para contratação de serviços de operação e de manutenção do Aterro Sanitário Oeste,  em Samambaia, o Tribunal de Contas do Distrito Federal determinou a suspensão cautelar da licitação.

O corpo técnico do TCDF encontrou falhas relacionadas ao projeto básico, restrição da competitividade do certame e preços bem acima daqueles praticados pelo próprio SLU. O custo unitário de R$ 45,77 por tonelada de resíduo está, por exemplo, bem acima do valor de R$ 16,90 pagos na operação e manutenção do Aterro do Jóquei. Há também uma divergência entre a quantidade mensal estimada para o recebimento de resíduos estabelecido no projeto básico (68 mil toneladas) e a apontada no projeto executivo (55 mil toneladas).
O SLU tem dez dias de prazo para fazer as alterações necessárias ou apresentar justificativas para as impropriedades identificadas.
A sessão de abertura do certame estava prevista para ocorrer hoje,  às 9h30. O preço estimado da licitação é de R$ 176,7 milhões.
Fonte: Jornal de Brasília
Extratos dos Jornais

Deixe um comentário