Lei Áurea completa hoje 132 anos

No dia 13 de maio de 1888, a princesa Isabel assinou a Lei Áurea libertando definitivamente os escravos do Brasil.

No entanto, a chamada abolição só aconteceu no papel, pois, não foram criados mecanismos de inserção das negras e dos negros na sociedade brasileira e não significou melhora alguma na vida dos ex-escravizados.

Desde então, o fato é que a população negra tem estado à margem dos direitos e a desigualdade, a violência e a injustiça. Seguem sendo privados de garantias e direitos fundamentais e expostos à vulnerabilidade, miséria e violência.

Por razões como essa, é que, passados 132 anos desde essa assinatura, a verdadeira liberdade do povo negro ainda não foi alcançada no Brasil e permanece inacabada.

Devemos continuar travando a luta cotidiana pela real libertação e pela promoção da igualdade com a construção de políticas públicas para combater o racismo estrutural que insiste em permanecer nas relações da população brasileira.

Deixe um comentário