Ladrões de quadro de Matisse são condenados

Um americano e uma mulher mexicana foram acusados de tentar vender uma pintura do artista francês que havia sido roubada na Venezuela

Quadro Odalisque in Red Pants, de Matisse

Quadro Odalisque in Red Pants, de Matisse (Reprodução)
O Tribunal Federal dos Estados Unidos condenou à prisão na terça-feira um americano e uma mulher mexicana acusados de tentar vender uma pintura de Henri Matisse por 3 milhões de dólares que havia sido roubada de um museu venezuelano.
Pedro Antonio Marcuello Guzman, de 46 anos e residente em Miami, foi condenado a dois anos e nove meses de prisão, enquanto Maria Martha Elisa Ornelas Lazo, de 50 anos e da Cidade do México, recebeu um ano e nove meses. Guzman e Maria negaram inicialmente que tivessem conspirado para transportar e vender Odalisque in Red Pants, mas modificaram sua versão dos fatos e se declararam culpados em outubro. 
Falsa – As autoridades venezuelanas perceberam em 2003 que a pintura pendurada no Museu de Arte Contemporânea de Caracas era falsa. A data exata do roubo é desconhecida, embora tenha sido sugerido que o crime pode ter ocorrido por volta de dezembro de 2002.
Fonte: Veja Online
Sites e Blogs

Deixe um comentário