Justiça da Itália suspende novamente extradição de Pizzolato

henrique_pizzolatoA Justiça italiana suspendeu novamente a extradição para o Brasil do ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato. O Conselho de Estado, última instância da Justiça administrativa da Itália, vai continuar analisando os recursos da defesa para que ele cumpra a pena na Itália. A decisão final deve sair no dia 22 de setembro.

A extradição havia sido autorizada a partir do dia 15 deste mês pelo Tribunal Administrativo Regional de Lazio, na Itália, mas foi adiada para que o conselho pudesse julgar o recurso.

O Ministério da Justiça confirmou a suspensão e deve se manifestar sobre o assunto ainda hoje (24). O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, já havia dito, na ocasião da primeira suspensão do Conselho, que o governo brasileiro respeitará a decisão italiana, “seja ela qual for”.

Pizzolato foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Ele foi sentenciado a 12 anos e sete meses de prisão. Antes de ser condenado ele, que tem cidadania italiana, fugiu para a Itália com identidade falsa, mas acabou sendo preso em fevereiro de 2014, em Maranello.

Leia mais:


 

Governo francês considera “inaceitável” espionagem entre aliados


“Todo mundo tem o direito de criticar”, diz Dilma sobre declaração de Lula


Fonte:

Deixe um comentário