Juiz determina só torcida tricolor no Fla-Flu decisivo

Eduardo Bandeira de Melo: “Vamos recorrer da decisão e aguardar o recurso”. Foto: Reprodução YouTube

A final da Taça Guanabara entre Flamengo e Fluminense terá torcida única, sendo apenas torcedores do Tricolor. O juiz Guilherme Schilling manteve a liminar que obriga a partida ter apenas um dos lados após reunião com os clubes, Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), Ministério Público e Polícia Militar. A única maneira do jogo, no domingo, no estádio Nílton Santos, ter duas torcidas é os times conseguirem cassar a liminar.

A decisão de que apenas torcedores da equipe das Laranjeiras foi feita após um sorteio realizado no Fórum do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Os clubes pretendem recorrer da decisão.

O presidente do Rubro-Negro, Eduardo Bandeira de Melo, declarou: “Vamos recorrer da decisão e aguardar o recurso. Vamos esperar que a gente tenha uma resposta rápida e, se não vier, tomaremos uma decisão em conjunto”, afirmou. “No momento não estamos trabalhando com essa possibilidade (de jogar fora do Rio de Janeiro). Vamos aguardar o recurso.”

Cacá Cardoso, vice-presidente geral do Fluminense, também se manifestou contra a torcida única. Ele afirmou que a possibilidade de jogar fora do Rio será estudada pelos clubes e federação.

Marcelo Viana, diretor de competições da Ferj, rejeitou a possibilidade de se jogar em outra data e do jogo ser disputado fora do estado do Rio. “Não há tempo hábil para se mudar a partida para outro estado. Vamos estar descumprindo a legislação. Não tem calendário, vaga, para essa decisão da Taça Guanabara (ser feita em outro dia). Não existe a possibilidade de se realizar essa partida em outra data, nem em outro lugar”, afirmou.

Confira os mandos de campo da terceira fase da Copa do Brasil

d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);

Fonte:

Deixe um comentário