Jornalista é agredida

Uma jornalista colombiana da emissora de TV RCN foi agredida na noite de terça-feira (5) enquanto fazia a cobertura da reação nas ruas pela morte do presidente Hugo Chávez .
Carmen Andrea Rengifo foi golpeada na cabeça nas imediações do hospital militar em Caracas, onde Chávez estava internado. Segundo a emissora, os responsáveis pela agressão eram partidários do líder venezuelano. A RCN informou também que a jornalista e o cinegrafista que a acompanhava foram ameaçados e obrigados a deixar o local.
Reprodução

Correspondente colombiana da emissora RCN é agredida em Caracas após morte do presidente Hugo Chávez
Segundo relatou a jornalista à versão colombiana do jornal El País, ela e o cinegrafista estavam há cinco minutos no entorno do hospital, quando alguém disse que eles pertenciam a uma “emissora golpista, que ia contra Chávez”. “Homens e mulheres começaram a atacar a mim e a meu cinegrafistas com capacetes, paus, socos e pontapés”, disse.
Os dois foram levados ao hospital e passam bem. Outro episódio de violência foi registrado em Caracas.
Fonte: IG Notícias
Sites e Blogs

Deixe um comentário