James Cameron vence processo por plágio por ‘Avatar’

James Cameron venceu ação em que era acusado de plágio por Avatar, a maior bilheteria da história do cinema, de 2,78 bilhões de dólares. O processo foi movido por Gerald Morawski, ex-colaborador do cineasta na produtora Lightstorm Entertainment, que alegou ser dono da ideia original do filme. De acordo com o site da revista The Hollywood Reporter, a juiza Margaret Morrow afirmou na decisão que há evidências suficientes para provar que Cameron criou o longa por conta própria. 
No processo, Morawski conta que conheceu Cameron em 1991, quando finalizava a sinopse deGuardians of Eden, filme épico sobre o risco que a ganância financeira representa para o meio ambiente. Em seu blockbuster, Cameron aborda o mesmo tema, a partir da história de uma tribo de alienígenas que tem seu planeta destruído por interessados em explorar o minério encontrado no subsolo. Morawski diz que apresentou o projeto à equipe da Lightstorm Entertainment e até assinou um acordo de sigilo que também lhe garantiu que suas ideias seriam seguidas e não deturpadas, caso o filme saísse do papel. No fim de 1991, porém, a sinopse foi rejeitada pela produtora.
Fonte: Veja Online
Sites e Blogs

Deixe um comentário