Invasores do MTST prometem novos protestos hoje

Em litígio com as autoridades, ocupantes de duas áreas no DF ameaçam fazer novos protestos hoje, contra remoções. É o caso dos moradores da área de transição do Varjão e dos integrantes do movimento que invadiu uma construção inacabada em Taguatinga. Os manifestantes buscam espaço nas políticas de habitação e, em ambos os casos, se negam a sair dos lugares ocupados.
Desde o dia 5 de janeiro, o Movimento dos Trabalhadores Sem-teto (MTST) ocupa uma construção inacabada que seria um shopping em Taguatinga. Após a decisão do Tribunal de Justiça, ordenando a desocupação do terreno, os ocupantes fizeram protestos no Pistão Sul e na EPTG . Os moradores pretendem permanecer mesmo com uma ação policial. 
O MTST é o grupo por trás da invasão chamada de Pinheirinho, em Ceilândia. Os ocupantes decidiram invadir a construção em Taguatinga após o benefício eventual, previsto para durar três meses, expirar.
Segundo um dos líderes da invasão, Rogério Cunha, a retirada não está nos planos do grupo: “Vamos ficar mesmo com polícia, porque estamos lutando por um direito que é nosso”. 

Deixe um comentário