Índice de commodities do País tem alta

O Índice de Commodities Brasil (IC-Br) subiu 2,49% em dezembro, segundo pesquisa divulgada pelo Banco Central na quinta-feira (2). Em novembro, o IC-Br subiu 2,73%, em relação a outubro. No de 2013, o indicador acumulou alta de 3,12% em relação a 2012.

O índice é composto pelos produtos básicos que mais afetam a inflação brasileira, a partir da variação dos preços de commodities agrícolas, metálicas e energéticas, convertidos em reais. Inclui também os principais produtos que o Brasil vende para o exterior, gerando riqueza e renda para o País.

O índice passou de 138,24 pontos em novembro para 141,69 pontos em dezembro, maior patamar desde agosto de 2013 (142,27 pontos).

Em dezembro, o segmento agropecuário (carne de boi, algodão, óleo de soja, trigo, açúcar, milho, café, arroz e carne de porco) aumentou 1,53%. O IC-Br de commodities energéticas (petróleo, gás natural e carvão) teve alta de 6,10%, enquanto o índice dos metais (alumínio, minério de ferro, cobre, estanho, zinco, chumbo e níquel) teve elevação de 3,31%.

O IC-Br teve queda acumulada de 8% nos quatro primeiros meses do ano, mas subiu 12,4% nos quatro meses seguintes. Depois, registrou quedas em setembro (-2,82) e outubro (-2,67%), seguidas pelas altas de novembro e dezembro.

Em termos de comparação, o equivalente internacional do índice, o Commodity Research Bureau (CRB), teve alta de 2,4% em dezembro e de 6,97% em 2013, segundo o Banco Central.

Fonte:

Deixe um comentário