Índia expõe cartas que mostram a intimidade de Gandhi

Governo indiano comprou a coleção de missivas no ano passado na tentativa de ocultar o relacionamento homossexual do líder pacifista com o fisiculturista sul-africano Herman Kallenbach

Mahatma Gandhi

Mahatma Gandhi (Topical Press Agency)
Exposição em Nova Délhi vai exibir a partir desta quarta-feira a coleção de cartas pessoais trocadas entre Mahatma Gandhi e o fisiculturista sul-africano Herman Kallenbach com quem o líder pacifista teria mantido um relacionamento amoroso. O material foi comprado pelo governo indiano no ano passado, antes de ir a leilão pela casa Sotheby’s, em Londres, na tentativa de ocultar a intimidade de Gandhi. A organização da mostra não informou se vai exibir a coleção completa, o que inclui juras de amor trocadas entre eles.
A data de abertura da exposição coincide com o 65º aniversário do assassinato de Gandhi por um extremista hindu. “Esses documentos esclarecem os anos de Gandhi antes de se tornar um líder político”, disse o chefe do Arquivo Nacional, Mushirul Hasan, responsável pela mostra. 
Gandhi viveu em Johannesburgo com Kallenbach por dois anos a partir de 1907, antes de retornar à Índia em 1914, onde ajudou a unificar o movimento político contra o domínio colonial britânico.
Fonte: Veja Online
Sites e Blogs

Deixe um comentário