Imagens mostram a entrega de propinas aos indicados de Temer e Aécio

A Polícia Federal e o delator da JBS, Joesley Batista, registraram com imagens o momento em que delator entrega dinheiro para o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), indicado por Michel Temer, e o primo de Aécio Neves, Frederico Pacheco de Medeiros. As informações são do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Joesley encarregou o diretor da JBS, Ricardo Saud, de fazer a entrega de R$ 500 mil – valor correspondente à primeira parcela de R$ 480 milhões – em propinas a Rodrigo Rocha Loures. O encontro ocorreu em São Paulo no dia 26 de abril deste ano. O objetivo era comprar o silêncio do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso em outubro de 2016.

Além de Loures, as imagens mostram Saud entregando R$ 1,5 milhão em propina a Frederico Pacheco de Medeiros, primo de Aécio Neves – que havia pedido R$ 2 milhões a Joesley para pagar os advogados na Operação Lava Jato. As imagens foram registradas no dia 12 de abril deste ano.

Delação da JBS

A delação da JBS é diferente sob todos os aspectos. Além de atingir em cheio o atual presidente da República, Michel Temer, e o ex-presidenciável do PSDB, Aécio Neves, o acordo com a Justiça foi feito em tempo recorde para uma empresa – em apenas dois meses – e as provas foram obtidas in loco através de sete “ações controladas”. Nestas ações, a Polícia Federal e os delatores registraram imagens do pagamento de propinas.

Veja as imagens do jornal O Globo:

Fonte:

Deixe um comentário