Ibaneis aguarda por Pezão

Quem frequenta os corredores e gabinetes do Centro Internacional de Convenções (CICB) percebe que o governador eleito Ibaneis Rocha aguarda uma reconsideração do empresário José Humberto Pires, que no final de outubro recusou o convite para integrar o primeiro escalão do futuro governo.

Compromissos – À época, Pezão – como Pires é chamado carinhosamente pelos amigos – alegou compromissos institucionais e profissionais assumidos anteriormente para declinar do convite.

Comprar e vender – No entanto, mesmo informalmente, tem frequentado o CICB e opinado sobre a formação da equipe e o organograma do governo. “Ele conhece todos os lados do balcão. Sabe comprar e sabe vender”, elogia um aliado do governador, referindo-se à experiência de supermercadista de José Humberto.

Time – A assessores próximos Ibaneis tem confessado que , até o dia da posse (1º de janeiro), espera que Pezão mude de ideia e aceite jogar oficialmente em seu time. “É um grande homem. Fazer parte do nosso governo só depende dele”, disse Ibaneis ao Brasília Capital.

Deixe um comentário