Hospital de Base cria controle eletrônico

O Hospital de Base, maior unidade de saúde do DF, conta com um sistema eletrônico de marcação de cirurgias alimentado por um banco de dados com informações dos pacientes. A ferramenta, recém-criada, tem 75 pacientes cadastrados, que deverão fazer cirurgias oncológicas em até dois meses.

“Esse sistema é um avanço, pois permite, em um único banco de dados, organizar informações das cirurgias eletivas, colocando à disposição do corpo clínico uma ferramenta de classificação de prioridades”, ressaltou o chefe do Centro Cirúrgico do HBDF, Bruno Sarmento.

O sistema, além de permitir o detalhamento do prontuário do paciente, também os organizará de forma prioritária, de acordo com o tempo de espera.

O objetivo é que se cumpra o período proposto pela Lei do SUS nº 12.732/12 , que determina o atendimento em até 60 dias aos pacientes com câncer.

“Hoje temos 75 pessoas no sistema de cirurgias oncológicas e nenhuma dessas esperará mais de dois meses para fazer a cirurgia. A expectativa é atender a todas as especialidades cirúrgicas até o início do próximo mês”, acrescentou Sarmento.

Inicialmente, serão cadastrados os pacientes da Unidade de Oncologia e posteriormente das outras especialidades.

Fonte:

Deixe um comentário