Homem é preso com falsos atestados médicos

Um homem de 22 anos foi preso por Policiais Militares na QSF 11, em Taguatinga, suspeito de distribuir falsos atestados médicos da Rede Pública de Saúde do Distrito Federal. Segundo a corporação, ele estava em uma praça com dois blocos de 20 folhas, e negociando com cinco pessoas. Levado para a 21ª DP, não soube explicar o motivo de estar com os atestados. Não se sabe quantas pessoas tiveram acesso ao documento. O material ficou apreendido na delegacia.

Quem falsifica ou muda um atestado médico, ou entrega à empresa um falso documento pode ser demitido por justa causa, e até, responder criminalmente por falsidade ideológica. Ele deve ser emitido por um médico registrado e conter informações como nome do paciente e do profissional de saúde (com CRM), além do período em que o trabalhador deve ficar afastado das funções.

Deixe um comentário