HMIB inaugura ambulatório para crianças com fibrose cística

O Hospital Materno-Infantil de Brasília (HMIB) iniciará amanhã (30) atendimento semanal -todas as sextas-feiras, em abulatório- de nutrição para acompanhar crianças diagnosticadas com fibrose cística, doença genética que causa problemas no sistema respiratório e digestório.

Pacientes que apresentam essa patologia necessitam de dieta hipercalórica, hiperproteica e hiperlipídica, além de acompanhamento especializado, de acordo a nutricionista da Secretaria de Saúde Adriana Haack.

“Durante a consulta, vamos avaliar o peso, altura e índice de massa corporal. Também será verificado o consumo alimentar de fibrocísticos e a suplementação nutricional recebida pelos pacientes, que é entregue gratuitamente após avaliação nutricional”, explicou Adriana.

Em 2009, a nutricionista iniciou pesquisa de doutorado, O Perfil Clínico e Nutricional dos Pacientes com Fibrose Cística, na qual 47 crianças e adolescentes, entre 2 e 19 anos, foram acompanhados para avaliar o uso da suplementação fornecida. O trabalho foi publicado em junho deste ano.

“Durante a pesquisa, verifiquei que o uso dessa suplementação é realmente muito importante para que os pacientes mantivessem ou alcançassem o objetivo nutricional previsto”, relatou a nutricionista.

No Hospital da Criança, também é realizado o atendimento a esses pacientes por uma equipe multidisciplinar com gastroenterologista, pneumologista, nutricionista, psicólogos, fisioterapeutas e enfermeiros. Os adultos são tratados no setor de pneumologia do Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF).

“Somos referência em atendimento a crianças e por isso resolvemos abrir o ambulatório para orientar e cuidar ainda mais desses pacientes que necessitam de tratamento especializado”, comentou o diretor do HMIB, João Vilela.

 

A DOENÇA – A fibrose cística, também conhecida como mucoviscidose, é uma doença hereditária comum, que afeta todo o organismo e causa deficiências progressivas que podem levar à morte prematura.

Os sintomas mais comuns da doença são: dificuldade para respirar, infecções no pulmão, sinusite, crescimento inadequado, diarreia, infertilidade e insuficiência do pâncreas.

O paciente que for assistido por equipe multidisciplinar pode ter um aumento da sobrevida.

 

Serviço

Atendimento ambulatorial de nutrição para acompanhar crianças diagnosticadas com fibrose cística

Data: sempre às sextas-feiras, pela manhã

Local: Hospital Materno-Infantil de Brasília (HMIB)

Para mais informações e marcação de consulta ambulatorial, entre em contato pelo telefone 3445-7704 ou 3445-7642.

Fonte:

Deixe um comentário