Henrique Alves teve contracheque mais gordo 115 vezes

Responsável pela votação que pode acabar com 14º e 15º salários dos parlamentares, presidente da Câmara foi o que mais recebeu o benefício

Deputado federal e líder do PMDB na Câmara, Henrique Alves

Exercendo seu 11º mandato na Casa, Alves não recebeu benefício apenas durante quatro anos (Beto Barata/AE)
Responsável por incluir na pauta o projeto que acaba com os salários extras dos parlamentares, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), é justamente quem mais recebeu esse tipo de benefício: ao menos 115 vezes. Exercendo seu 11º mandato, Alves está na Casa desde 1971 e ficou sem receber a regalia apenas durante quatro anos, quando foi secretário de Governo e Projetos Especiais no Rio Grande do Norte, de 1999 a 2003.
O número de 115 salários é alcançado somando os benefícios pagos todos os anos aos recebidos por trabalho em sessões extraordinárias, que eram pagos até 2006. Quando Alves desfrutou do benefício pela primeira vez, a moeda em vigor no país era o cruzado. Desde então houve cinco trocas de moeda até a chegada do real, em 1994. Se os salários extras recebidos por ele fossem calculados pelo valor atual dos vencimentos dos deputados, de 26 723,13 reais, o total recebido ao longo desses anos superaria 3 milhões de reais.
Fonte: Veja Online
Extratos dos Jornais

Deixe um comentário