Havana tem 51 casos de cólera

O Ministério da Saúde de Cuba confirmou nesta terça-feira que foram registrados até o momento 51 casos de cólera em Havana, mais de quatro meses depois de ter sido erradicado um foco no leste da ilha. Esta é a primeira vez em mais de cem anos que a doença atinge a capital do país. Segundo as autoridades, o atual foco que atingiu a capital de 2,2 milhões de habitantes está em fase de extinção. 

O agente causador encontrado é o vibrião Vibrio Cholerae O1 Tor enterotoxigênico serotipo Ogawa. O governo informa que o fogo encontrado foi descoberto após o aumento das ocorrências de diarreia no bairro do Cerro no último dia 6. O surto teria se originado de um vendedor de alimentos, que foi infectado com o vibrião que transmite a doença em outro surto no interior do país e não apresentava sintomas.

Fonte: BOL Notícias

Sites e Blogs

Deixe um comentário