Haddad congela R$ 5,2 bilhões do orçamento de

Ordem é tocar apenas obras que tenham dinheiro reservado em caixa ou sejam consideradas prioridade; suspensão afetará promessas de campanha

O prefeito eleito Fernando Haddad (PT) em cerimônia de posse na Prefeitura de São Paulo

Haddad afirmou que “não há nenhuma obra licitada que estará parada ao longo do ano” (Alex Vieira/Futura Press)
O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), congelou 5,2 bilhões de reais do orçamento da capital paulista, o equivalente a 12,3% da arrecadação estimada para este ano. A revisão reduziu a previsão de gastos de 42 bilhões para 36,8 bilhões de reais. A suspensão vai atingir diretamente projetos em andamento ou prometidos pela atual gestão até que a receita de recursos se confirme. A ordem é tocar apenas obras que tenham dinheiro reservado em caixa ou sejam consideradas prioridade, especialmente nas áreas de Saúde e Educação.  
O contingenciamento foi oficializado em decreto publicado nesta terça-feira no Diário Oficial da Cidade. No texto, o governo define a suspensão do pagamento de 700 milhões de reais em emendas parlamentares e congela parte das verbas de custeio.
Fonte: Veja Online
Sites e Blogs

Deixe um comentário