Hackers para combater a violência doméstica

O Banco Mundial (BM) informou nesta sexta-feira que convocou hackers de países centro-americanos e dos Estados Unidos para que durante este fim de semana criem ferramentas tecnológicas que possam servir para combater a violência doméstica.


Na iniciativa, chamada pelo BM como “Hackathon”, vão trabalhar por 36 horas, entre sábado e domingo, gênios da informática e especialistas em prevenção da violência doméstica, indicou o BM em um comunicado.


Os projetos que podem surgir vão desde a atualização de sistemas obsoletos ao uso de telefones celulares para proteger as pessoas em risco, ressalta o Banco Mundial.


Fonte: France Press

Sites e Blogs

Deixe um comentário