Guido Mantega nega redução de tributos

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, negou que será feita alguma redução de tributos para o aumento de 5% do diesel, anunciado ontem pela Petrobras. “Não tem nenhuma compensação”, disse o ministro a jornalistas ao retornar ao gabinete depois de uma reunião no Palácio do Planalto de pouco mais de duas horas.

Mantega chegou com quase uma hora de atraso para um encontro com empresários, representantes de entidades patronais, como Robson Andrade, da Confederação Nacional da Industria (CNI), Kátia Abreu, da Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), e Clésio Andrade, da Confederação Nacional do Transporte (CNT).

Preço nas refinarias sobe

O anúncio do novo aumento do diesel feito pela Petrobras começ a vigorar a partir de hoje. Esse é o segundo reajuste em 2013. O preço de venda nas refinarias vai subir, em média, 5%. Principal empresa brasileira no setor de petróleo, a estatal vem pressionando o governo para equiparar os preços aos praticados no mercado internacional. 

Deixe um comentário