Grupo ganha Nobel da Paz por promover democracia na Tunísia

000_dv2150656

Um conjunto de quatro organizações, chamado de Quarteto de Diálogo Nacional, ganhou o prêmio Nobel da Paz por sua contribuição para a construção de uma democracia plural na Tunísia após a revolução de 2011, anunciou nesta sexta-feira (9) o Comitê Nobel da Noruega, em Oslo.

O grupo é composto por quatro organizações: a União Geral Tunisiana do Trabalho (UGTT, um sindicato), a União Tunisiana da Indústria, do Comércio e do Artesanato (Utica, patronato), a Ordem Nacional dos Advogados da Tunísia (ONAT) e a Liga Tunisiana dos Direitos Humanos (LTDH).

A revolução de 2011 na Tunísia deu início ao movimento conhecido como Primavera Árabe, que logo se espalhou por várias regiões, principalmente no norte da África e no Oriente Médio.

O anúncio contrariou todas as estimativas de favoritos ao prêmio. Entre os mais cotados para ganhar o Nobel da Paz deste ano estavam, entre outros, o papa Francisco, a chanceler alemã Angela Merkel, o padre Mussie Zerai, da Eritreia, e o médico congolês Dennis Mukwege.

Ao todo, 273 nomes foram indicados, incluindo pessoas e organizações, perdendo apenas para 2014, com 278 candidatos.

A cerimônia de entrega do Prêmio Nobel da Paz é realizada anualmente em Oslo, na Noruega, enquanto as demais premiações ocorrem na capital da Suécia, Estocolmo. Todos os prêmios serão entregues em 10 de dezembro.

Já foram anunciados anunciados os ganhadores nas categorias Medicina, Física,Química e Literatura. O ganhador da categoria Economia será anunciado na próxima segunda-feira (12).


Leia mais:


 

Senado aprova medida provisória que libera crédito extraordinário para o Fies


 

Nobel de literatura sai para Svetlana Aleksievitch, da Bielorrússia


Ataque ao hospital do MSF no Afeganistão foi ‘erro’ dos EUA


 

 

Fonte: ,

Deixe um comentário