Governo estimula negociação no setor aéreo

Procurado por empresas e por trabalhadores de aviação civil, o ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco, fez apelos para ambos os lados no sentido de evitar uma eventual paralisação na sexta-feira (20). “Temos que chegar a um consenso. O usuário é o principal atingido e ele não pode ser prejudicado em hipótese alguma”, disse Moreira Franco.

O ministro recebeu o diretor do Sindicato Nacional dos Aeronautas –representando pilotos e comissários de bordo–, Adriano Castanho, que estava acompanhado do deputado federal Jerônimo Goergen (PP-RS).

Os dois fizeram um relato das negociações. “Nós queremos 8% de reajuste e as empresas querem dar 5,6%. Nós aceitaríamos fechar em 6%, mas não há consenso”, explicou Castanho.

Depois de ouvi-los, Moreira Franco repetiu que ao governo interessa o funcionamento adequado da aviação civil sobretudo no período de fim de ano, quando mais brasileiros viajam pelo País.

Nos últimos dias, o ministro vem sendo procurado tanto pelos representantes dos trabalhadores, quanto das empresas de aviação civil. A uns e outros, pede que insistam na negociação para evitar a greve, que, em última instância, causaria transtornos aos passageiros.

Fonte:

Deixe um comentário