Governador regulariza o Riacho Fundo II

A população do Riacho Fundo II comemorou, no domingo (27), a assinatura do decreto de regularização da cidade. Com o documento, que permitirá a entrega de escrituras aos moradores, o local também poderá receber equipamentos públicos como creches e delegacia, além de bancos e postos de gasolina.

 

“Essa cidade era completamente dependente do Recanto das Emas, pois sem a regularização não podíamos construir novos equipamentos públicos para garantir a educação, a saúde e a qualidade de vida dos moradores. Agora, o Riacho Fundo II poderá e terá todos os serviços necessários para que os habitantes vivam com dignidade”, declarou o governador Agnelo Queiroz, acompanhado da primeira-dama, Ilza Queiroz, e do vice-governador Tadeu Filippelli.

 

“A história do Riacho Fundo II começou em 1995. Nesse ano, milhares de famílias começaram sua luta para garantir moradia para os seus filhos. E agora, o GDF está dando a segurança jurídica que os moradores precisam. Aqui não tem um posto de gasolina, não tem banco, lotérica, creche e nem escola legalizada. Mas, com a regularização, tudo isso será possível”, ressaltou Filippelli, relembrando o início da cidade.

 

Com o decreto, será feito o registro do parcelamento da cidade, onde cada lote passará a ter sua matrícula. A população terá 180 dias, a partir da publicação do decreto, para requerer a legalização dos imóveis.

 

Cláudia Rocha, 42 anos, moradora da cidade há mais de 10 anos afirmou que o momento é emocionante. “Esperamos e lutamos muito para isso acontecer. Estou ansiosa para receber a escritura da minha casa e ter segurança de que não seremos expulsos de onde moramos há tanto tempo”, relatou.

 

“Na segunda-feira (28), o posto de atendimento avançado da Codhab estará na cidade, recebendo os requerimentos de regularização dos terrenos e tirando as dúvidas da população”, afirmou a secretária de Habitação (Sedhab), Jane Diehl.

Fonte:

Deixe um comentário