Gim e Marconi querem levar o BRT até Luziânia

O senador brasiliense Gim Argello (PTB) recebeu nesta terça-feira (17) o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), para definir estratégias que possam agilizar a expansão do Expresso DF até o município goiano de Luziânia, passando por Valparaíso, Novo Gama e Cidade Ocidental. A dupla pretende emplacar a obra no Pacto da Mobilidade, beneficiando mais de 200 mil pessoas que vivem na Região Metropolitana e trabalham em Brasília.
“Precisamos oferecer a essas pessoas um transporte público de qualidade. O BRT pode diminuir pela metade o tempo que gastam hoje para ir ao trabalho”, defendeu o senador.
Vice-líder do governo no Senado e um dos principais angariadores de recursos federais para Goiás e para o DF, Argello intermediou recentemente uma reunião entre os dois governos e o secretário do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), Maurício Muniz, onde foi apresentado um estudo técnico do projeto de ampliação, orçado inicialmente em R$ 800 milhões.
O secretário se comprometeu a estudar a inclusão da obra no pacote de investimentos em mobilidade urbana anunciado em julho pela presidente Dilma Rousseff. Os recursos previstos para o setor são da ordem de R$ 50 bilhões.
BRT – A ligação entre o Plano Piloto e de Santa Maria (divisa com Goiás) pelo chamado “Bus Rapid Transit” foi pleiteada pelo senador anos atrás em audiência com Dilma. .
“Batalhei para garantir o BRT até Santa Maria e não vou descansar enquanto não ver sua expansão até Luziânia incluída no PAC Mobilidade. A presidenta Dilma sempre se mostrou sensível aos problemas enfrentados pelo DF e a região do Entorno. Tenho certeza de que dessa vez não será diferente”, aposta Gim.

Deixe um comentário