Gil Rugai vai a júri 9 anos após morte de pai e madrasta

Está previsto para começar nesta manhã o tribunal do júri do ex-seminarista Gil Rugai, de 29 anos, acusado de matar em 28 de março de 2004 o pai e a madrasta, segundo a acusação, por dinheiro. O julgamento já foi adiado duas vezes, e o caso se arrasta há nove anos, desde que o empresário Luis Carlos Rugai, de 40 anos, e sua mulher, Alessandra de Fátima Trotino de 33 anos, foram encontrados mortos a tiros pelas costas em sua residência, na Zona Oeste da capital paulista.
Gil Rugai é preso em São Paulo na terça-feira. O ex-seminarista é acusado de matar o pai, Luiz Rugai, e a madrasta, Alessandra. Ele foi solto no mesmo dia.A previsão é de que júri dure de três a cinco dias, nos quais deverão ser ouvidas dezesseis testemunhas. De acordo com o promotor Rogério Zagallo, o réu cometeu os assassinatos porque queria se manter dentro da lucrativa produtora de vídeos do pai, a Referência Filmes, da qual havia sido afastado supostamente por dar um golpe de ao menos 150.000 reais. Com a morte do empresário, o ex-seminarista mantém hoje uma disputa por uma herança de cerca de 22 milhões de reais. Caso seja condenado, os bens serão divididos apenas entre o irmão e os parentes da madrasta de Rugai.
Fonte: Veja Online
Sites e Blogs

Deixe um comentário