GDF divulgará preços dos combustíveis

Brasília – Postos de combustíveis ajustam os preços e repassam para o consumidor o aumento da alíquota do PIS e Cofins pelo litro da gasolina(Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A partir da próxima segunda-feira (11), o governo de Brasília vai divulgar preço de produtos derivados do petróleo comprados na refinaria e na distribuidora, a exemplo dos combustíveis. Assim, o cidadão vai poder entrar no site da Secretaria de Fazenda, digitar quanto pagou no posto e saber qual a margem de lucro do empresário. Com o fim da greve dos caminhoneiros e a volta à normalidade no abastecimento à população, o gabinete de controle de crise para de funcionar.

O anúncio foi feito pelo governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, em entrevista coletiva no Palácio do Buriti segunda-feira (4). De acordo com ele, até 30 de junho, para efeito da base de cálculo de cobrança do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), vai permanecer o valor de R$ 4,29 para o litro de gasolina.

 

Oferta de gás de cozinha

 

Em relação ao abastecimento do botijão de gás P13, o comum de cozinha, o fornecimento diário está em 30 mil unidades. São 10 mil a mais do que o consumo normal. Com isso, o governo de Brasília estima que o abastecimento esteja normalizado até quarta-feira (6). “Os demais tipos de gás, como o a granel e os botijões maiores, já estão normalizados”, informou Rollemberg.

O Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon-DF) continuará a atuar para evitar preços abusivos. O órgão fiscalizou 27 postos de distribuição de gás de cozinha, autuando sete por práticas irregulares.

Deixe um comentário