GDF aumenta tarifa de transporte

O secretário de mobilidade, Valter Casimiro, falou sobre as novas tarifas em uma entrevista no Palácio do Buriti. Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

Sem alterações desde 2017, o acréscimo de 10% nas tarifas proposto pela Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) foi acatado pelo Governo do Distrito Federal e publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) nesta sexta-feira (10).

Os novos valores começam a ser cobrados já na segunda-feira (13). De acordo com o secretário de mobilidade, Valter Casimiro, a intenção é “diminuir o desequilíbrio que há hoje entre a tarifa-usuário, que é o que o passageiro paga quando passa pela roleta do ônibus, e o custo real por passageiro”.

De acordo com a Semob, estudos demonstram que o valor deveria ser corrigido em 16,19%, levando em consideração a inflação, que aumentou os preços de itens como pneu e combustível. Porém essa correção não será repassada totalmente ao passageiro. O governo arcará com a diferença, de 6,19%, no custo chamado de tarifa-técnica.

Segundo a publicação, todas as tarifas terão adição de 10%, ou seja, linhas circulares internas passam de R$ 2,50 para R$ 2,75, as ligações curtas passam de R$ 3,50 a R$ 3,85 e as de integração, longas ou do metrô, de R$ 5, sobem para R$ 5,50.

Deixe um comentário