Gays são agredidos em protesto na Rússia


Um grupo de cristãos ortodoxos atacou nesta terça-feira manifestantes que participavam de um protesto em Moscou contra um projeto de lei russo que proíbe a propaganda com gays e divulgações sobre a comunidade LGBT.
O projeto tramita na Duma, a Câmara baixa do Parlamento russo. A lei consiste em proibir e multar, em até US$ 16 mil, quem fizer propaganda ou mesmo disseminar informações sobre gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros.

Sergei Karpukhin/Reuters
ORG XMIT: MOS04 Gay rights activists kiss during a protest outside the Duma, Russia's lower house of Parliament, in Moscow January 22, 2013. Russia's parliament is due to hold its first reading on a
Manifestantes realizam “beijaço” em frente ao parlamento russo para protestar contra lei anti propaganda gay


Em oposição ao projeto, cerca de dez casais trocaram beijos, mas foram impedidos por outros jovens que retiraram os cartazes e os agrediram física e verbalmente. Considerado um dos países mais homofóbicos da Europa, a Rússia descriminalizou a homossexualidade somente em 1993. No ano passado, o país proibiu a realização da parada do orgulho gay pelos próximos cem anos.

Fonte: Folha Online

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário