Futebol debate volta do público aos estádios

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Após pressão da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) e do Flamengo, o governo do estado autorizou jogos com até 30% da capacidade do Maracanã (cerca de 20 mil pessoas). Isto gerou descontentamento dos outros clubes. Eles alegam que a volta do público aos estádios tem que ocorrer somente quando todas as cidades tiverem condições.

Na quinta-feira (24), representantes dos clubes, das federações e da CBF se reuniram para discutir o assunto, ironicamente, de forma virtual. A maioria dos clubes é contra, neste momento, mas o rubro-negro carioca e a FERJ fazem pressão para que os torcedores possam voltar a frequentar os estádios. A única decisão tomada na reunião foi a de aumentar o número de jogadores inscritos de 40 para 50.

Deixe um comentário