Funcionários da CEB investigados por corrupção

A Polícia Civil cumpriu, terça-feira (14), três mandados de prisão temporária e seis de busca e apreensão na segunda fase da Operação Apate, que desarticulou um esquema de corrupção na Companhia Energética de Brasília (CEB).

Nesta etapa, os alvos foram funcionários responsáveis por “dar aparência de licitude” a crimes cometidos na administração da empresa.

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos na sede da companhia, no posto do Na Hora no Gama, e nas residências dos alvos, situadas em Taguatinga e no Novo Gama, Entorno do DF. Foram apreendidos medidores de energia elétrica, lacres e uniformes.

Deixe um comentário