Frejat nega divergências com Arruda

     

 

      Jofran Frejat: “Em perfeita sintonia”. Foto: Reprodução YouTube

 

 

O pré-candidato do PR ao Governo do Distrito Federal, Jofran Frejat, disse ao Brasília Capital que informações a respeito de supostas divergências entre ele e o ex-governador José Roberto Arruda, seu correligionário, “parecem ser fogo amigo”. Frejat garante que ele e Arruda estão “em perfeita sintonia”.

“O partido acaba de me lançar pré-candidato. Aceitei a incumbência. Agora é nos unirmos para enfrentar o governador Rollemberg. Se não nos unirmos, ele poderá ser reeleito”, afirmou. Segundo Frejat, em 2017 houve uma reunião em que, no seu entendimento, lhe garante o apoio de PSDB, Podemos e PP. “Ficou acertado que haveria o engajamento na candidatura de quem estivesse melhor na aceitação do eleitorado. E quem está melhor sou eu”, frisa.

Frejat cita nominalmente como avalistas desse acordo Paulo Octávio (PP), Izalci Lucas (PSDB), Alberto Fraga (DEM), Tadeu Filippelli (PMDB) e Eliana Pedrosa (Podemos). “Se algum deles passar a ficar em melhor colocação do que eu nas pesquisas, eu apoio”, salientou.

O ex-deputado acredita o fato de não ser envolvido em denúncias de corrupção lhe garante melhor posição no grupo. Especificamente no caso de Arruda, lembra que ele, Frejat, foi candidato a vice do ex-governador até que a candidatura dele fosse impedida pela Justiça. E aí, o próprio Frejat concorreu com Rollemberg em 2014, tendo a esposa de Arruda, Flávia, como vice.

Tendo conversado tanto com Arruda quanto com Flávia nos últimos dias, Frejat confirma a intenção do PR de ter a esposa do ex-governador como candidata a deputada federal. A reportagem apurou que Arruda tem dito a amigos que “há a hora de falar e agora é hora de calar”. Com o Brasília Capital o ex-governador não quis fazer nenhum comentário.

Deixe um comentário