Fiscalização na Feira dos Importados

Seops recolhe 65 mil CDs e DVDs piratas nas feiras de Taguatinga e do “P” Norte

 40 mil mídias piratas foram apreendidas na Feira dos Importados de Taguatinga na sexta-feira (1º). A fiscalização surpresa da Secretaria da Ordem Pública e Social (Seops) também passou pela Feira do “P” Norte, em Ceilândia, aonde foram confiscadas mais 25 mil mídias.

 “Os distribuidores de mídias piratas expõem os produtos em porta-malas de carros e nas calçadas, sempre de forma improvisada devido ao aperto da fiscalização no local”, explica o diretor operacional da Seops, Ricardo Soares.

 Ao perceberem a chegada da fiscalização, os vendedores conseguiram fugir e abandonaram as mercadorias. O estacionamento da Feira dos Importados de Taguatinga é considerado o principal ponto de venda de mercadorias falsificadas no atacado do DF.

 Esta foi a terceira maior apreensão no local este ano. A última ação ocorreu na sexta-feira (25), quando a Seops conseguiu recolher cerca de 80 mil mídias piratas.

 Saiba mais 

O crime de violação do direito autoral – aplicado para quem vende, distribui ou fabrica produtos falsificados – prevê pena de dois a quatro anos de prisão, além de multa, em caso de condenação.

Deixe um comentário