Fifa nega irregularidades

A Fifa negou nesta quarta-feira qualquer irregularidade na votação do Prêmio Bola de Ouro 2013 de melhor técnico, um dia depois das denúncias do técnico português José Mourinho, do Real Madrid.

Em breve comunicado enviado à agência portuguesa “Lusa”, a entidade máxima do futebol mundial garante que a “lista de votos é precisa”, assegurando que o processo foi limpo, e completando que não houve privilégios ao vencedor, o espanhol Vicente del Bosque, da seleção de seu país, em detrimento a Mourinho.

Em entrevista ao canal público português “RTP” José Mourinho denunciou irregularidades na escolha. “Claro que (não ir à cerimônia) foi a decisão correta. Quando várias pessoas me ligaram para dizer ‘eu votei em você’ e o voto apareceu para outro, eu decidi não ir”, afirmou.

O técnico do Real Madrid, que na época justificou a ausência dizendo que estava focado em preparar o time para o jogo contra o Celta de Vigo, pela Copa do Rei, foi, assim como Josep Guardiola, derrotado por Vicente del Bosque, da seleção espanhola.

Fonte: France Press

Sites e Blogs

Deixe um comentário