Festival leva produções nacionais ao público francês

16ª edição do Festival de Cinema Brasileiro de Paris, na França, exibirá 26 produções – 23 nacionais e três filmes estrangeiros que retratam o Brasil -, até a próxima terça-feira (8).

A seleção do festival conta com obras brasileiras ainda inéditas comercialmente nos cinemas, como “Rio de fé, um encontro com Papa Francisco”, de Carlos Diegues; “Revelando Sebastião Salgado”, de Betse de Paula; “De menor”, de Caru Alves de Souza; e “O lobo atrás da porta”, de Fernando Coimbra; e sucessos recentes de bilheteria, como “Cine Holliúdy”, de Halder Gomes, e “Faroeste Caboclo”, de René Sampaio, entre outros. O documentário “Democracia em preto e branco”, de Pedro Asbeg, ainda inédito no Brasil, encerrará o festival.

Nesta edição, o evento promove a mostra temática “O futebol e a ditadura”, que exibirá clássicos como “Pra frente, Brasil!”, de Roberto Farias; “Cabra marcado para morrer”, de Eduardo Coutinho, em cópia restaurada; e produções recentes, como “Sobral Pinto, o homem que não tinha preço”, dirigido por Paula Fiuza. Serão nove filmes, ao todo, revisitando a época da ditadura militar no Brasil e/ou tendo o futebol como protagonista.

O Festival de Cinema Brasileiro de Paris, que acontece no Cinema l’Arlequin, também realiza homenagens e encontros entre o público e diretores convidados.

Fonte:

Deixe um comentário