Festival de Ópera de Brasília

O Teatro Nacional será o palco para as apresentações da Ópera Olga, do maestro Jorge Antunes, nos próximos dias 3,5 e 7 de julho, obra que narra a saga da revolucionária Olga Benário Prestes com músicas do compositor carioca.

A peça começou a ser escrita em 1987 e terminou 10 anos depois; o livro escrito pela companheira de Olga no campo de concentração em 1962, Ruth Werner, foi a principal inspiração de Jorge.

A ópera foi escrita por etapas, e, após a conclusão do trabalho, tanto Luís Carlos Prestes como sua filha com Olga, Anita Leocádia, estudaram o roteiro e sugeriram mudanças.

Jorge Antunes conta que Olga “usa uma linguagem musical moderna. De modo eclético, adota o uso de melodias neotonais mescladas à música experimental”.

 

Fonte:

Deixe um comentário