Festa para a Academia

Maria Félix (*)

A deputada Jaqueline Silva (c) requereu a sessão em homenagem à Academia Taguatinguense de Letras.
Foto: Orlando Pontes/BSB Capital

        Os 33 anos da Academia Taguatinguense de Letras (ATL) foram comemorados em grande estilo, segunda-feira (19), numa concorrida sessão solene na Câmara Legislativa. Dezenas de escritores, jornalistas, autoridades e convidados da instituição literária mais atuante e tradicional da cidade lotaram o plenário.

Na ocasião, foi entregue também o título de cidadão honorário de Brasília ao escritor Aydson Cruz, membro titular da ATL.  Todos que compareceram receberam certificado de participação. O presidente da entidade, escritor Gustavo Dourado, destacou as atividades desenvolvidas pela ATL.

Junto com Gustavo Dourado, Jaqueline entregou certificados aos convidados.
Foto: Orlando Pontes/BSB Capital

“Fomos reconhecidos pelo Ministério da Cultura, em virtude de nossas atividades em escolas, feiras, bienais de livros, sempre divulgando o livro e incentivando a leitura por meio de palestras, oficinas, saraus e lançamentos de obras”. Dourado lembrou, ainda, que, em 2013, a ATL foi tombada como patrimônio cultural, material e imaterial do DF, e consolidada no complexo cultural EIT, na Escola Industrial de Taguatinga.

O Coral Alegria abriu a sessão com o Hino Nacional e cantou várias músicas que empolgaram os presentes.
Foto: Orlando Pontes/BSB Capital

Proponente da homenagem, a deputada Jaqueline Silva (PTB) ressaltou sua felicidade de prestar a homenagem à Academia e ao escritor e poeta Aydson Cruz. E lembrou que, entre os projetos realizados pela ATL constam o recital poético-musical Beco das Letras; a Oficina de Cordel para estudantes; o projeto de doação de livros para escolas e instituições como a Secretaria de Educação, a Fundação de Amparo ao Preso e a Casa Azul.

Deixe um comentário