Favoritos

A disputa pela presidência da Câmara dos Deputados e do Senado parecia uma barbada. Lançados pelo PMDB com o apoio do PT e da maioria dos partidos, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) e Renan Calheiros (PMDB-AL) começaram a trilhar o caminho rumo à Mesa Diretora como candidatos intocáveis. Mas à medida em que se aproxima a data das eleições, a briga pelos cargos fica cada dia mais acirrada. Para chegar à presidência da Câmara, Henrique Eduardo Alves terá que vencer as dissidências do PMDB, explicar as recorrentes denúncias contra ele e esvaziar a candidatura dos rivais. Já Renan Calheiros vê o surgimento de novos concorrentes à presidência do Senado. Os antagonistas do alagoano querem complicar o caminho de Renan e forçar um debate mais amplo.

Fonte: Correio Braziliense

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário