Família – Compromisso espiritual

Há um governo oculto do mundo, ensinam todas as tradições espirituais, e cabe a ele o comando da evolução do planeta tendo como alicerce a família. Embora não pareça, ninguém a constitui  por acaso, mas por uma causa, mas, como ensinou  George Gurdieff, ” a coisa mais certa do mundo é que o homem não aprende”.

O primeiro propósito do casal é o aprendizado mútuo. Facilmente, podemos perceber as diferenças: Alegre x mal humorado. Organizado x desorganizado. Religioso x ateu. Delicado x estúpido. Trabalhador x preguiçoso. Falso x verdadeiro. Extrovertido x tímido. Sujo x limpo. Egoísta x solidário. Desapegado x dono, etc. Diferenças existem para que haja aprendizado e a evolução aconteça embora sejam causas de separação pelo atraso da humanidade.

O segundo e mais importante, está na educação dos filhos, na combinação de amor com energia. Liberdade relativa com limites. Autoridade e diálogo. Pais que permitem o desrespeito  prejudicam os próprios filhos que não respeitarão os demais. Muitos pais dão coisas, até em excesso, para não dar-se.

A educação dos filhos, de tão importante, foi lembrada  no IV mandamento: “Filhos! Honrem os vossos pais”, e o apóstolo Paulo completou: “Pais! Não irriteis os vossos filhos.

Deixe um comentário