Faltam médicos do SUS nas regiões mais pobres do país

Dos 388 mil médicos em atuação no Brasil, 215,6 mil (55%) estão vinculados à rede pública. O número representa mais da metade dos profissionais em atividade. Mas, de acordo com uma pesquisa divulgada ontem, quando se considera a demanda do Sistema Único de Saúde (SUS), a quantidade de profissionais é insuficiente. Enquanto a média brasileira é de dois médicos por grupo de mil habitantes, no SUS a relação cai quase à metade: 1,1 médico/1.000. Os dados são da Pesquisa Demografia Médica no Brasil 2, patrocinada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp).


Para fazer o levantamento sobre a quantidade de médicos no SUS, pesquisadores levaram em consideração o número de médicos no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (Cnes).


Fonte: Correio Braziliense

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário