Falta profissionais na Defensoria Pública do DF

A Defensoria Pública do Distrito Federal contestou os dados do Mapa da Defensoria, feito pela Associação Nacional dos Defensores Públicos (Anadep) em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). A pesquisa indicou que, no País, apenas o DF e Roraima não tinham deficit desses profissionais, considerando os cargos providos.

Mas o defensor-geral do DF, Jairo Lourenço de Almeida contesta: “Temos um deficit nas varas de Direito da Mulher, Criança e Adolescente, Idoso, Saúde. Temos diversas varas em que não há o atendimento da defensoria por falta de defensores públicos”, diz. Segundo ele, o DF tem 187 defensores, o que não é suficiente para atender todas as varas.


O presidente da Associação dos Defensores Públicos do Distrito Federal (Adep-DF), Alberto Amaral, explica que a coleta de dados do Mapa foi feita antes da alteração na estrutura da Defensoria Pública do DF, criada em 2012. Desde 1987, o serviço era prestado, materialmente, pelo Centro de Assistência Judiciária (Ceajur). Com a extinção da Ceajur, 21 profissionais optaram por não integrar a Defensoria. Com isso, o quadro ficou desfalcado.

Fonte>: Jornal de Brasília
Extratos dos Jornais

Deixe um comentário