Falsário se passava por delegado no DF

A Polícia Civil prendeu um especialista no uso de documentos falsos. Em seis anos, E.B.M., 31 anos, já havia sido preso outras duas vezes ao se passar por delegado de polícia. Em 2011, ele também chegou a ser estagiário no Ministério da Fazenda, de onde tinha contracheque com um salário indicado de R$ 13 mil. A polícia também encontrou com ele vários cartões bancários. “Os cartões são falsos e ele usava o contracheque para aplicar golpes”, informou o delegado-adjunto Paulo Francisco Soares, da 35ª DP. 

Segundo os investigadores de Sobradinho II, E. trabalhou mesmo no ministério, mas foi afastado após a Corregedoria do órgão desconfiar de sua conduta.


O delegado afirmou que há cerca de duas semanas, o Ministério da Fazenda procurou a polícia para informar que E. estava circulando pelos corredores sem autorização e pedindo favores aos servidores.

Fonte: Jornal de Brasília
Extratos dos Jornais

Deixe um comentário