Experiência profissional a serviço da política

“Nunca ficarei com a imagem de um mentiroso”, garante Jorge Vianna. Foto: Júlio Pontes

O técnico em enfermagem Jorge Vianna de Sousa quer utilizar sua experiência na área para ser um dos deputados distritais encarregados de melhorar o atendimento à saúde no Distrito Federal.  Pré-candidato pelo Podemos, ele conta que recebeu quase uma intimação de colegas de profissão para entrar na campanha. Sindicalista, Jorge garante que sua atuação parlamentar irá além de apenas defender os interesses da categoria profissional. Explica que mesmo que agisse apenas no âmbito da defesa dos profissionais de saúde, estaria trabalhando por toda a população, porque o cidadão seria o maior beneficiado.

Não será a primeira vez que Jorge Vianna tentará se eleger. Bem-humorado, relembrou, em visita ao Brasília Capital, duas campanhas anteriores. “Vieram da insistência e da necessidade de a categoria ter um representante”, afirma. Em 2014, ele recebeu quase 8 mil votos e espera ter dobra essa votação este ano. “Nossas propostas e compromissos são de interesse de todos os habitantes”, acredita.

Recursos

Sua principal meta é impedir que recursos destinados exclusivamente à saúde sejam usados para pagar outras despesas do GDF. “É um saco sem fundo. Tiram dinheiro e, a cada ano, a verba vem diminuindo”, exemplifica. Daí, sua determinação de “lutar para que a integralidade do que é destinado à saúde seja, de fato, aplicado no setor”.Jorge critica a ausência de um distrital realmente envolvido com a área da saúde, principalmente alguém com experiência na rede pública. “Não existe um fiscal no Legislativo”, avalia.

Fiscalização

A respeito do fortalecimento dos enfermeiros, destaca que “o servidor funcional como fiscal do povo, comunicando ilícitos às autoridades, beneficiaria toda a sociedade”. E completa: “Trabalhamos 24 horas com os pacientes. Sabemos o que está faltando, desde material até pessoal, principalmente médicos”, diz. Outra proposta sua será a reserva de 20% das vagas na faculdade pública de medicina para os servidores da saúde. O percentual seria somente para pediatria e clínica médica, o que mais faz falta na rede pública.

Parceria

Também vê como saída a parceria entre o governo e farmácias privadas para que nenhum cidadão fique sem medicamento receitado pelos médicos. Numa época de descrédito na classe política, Jorge garante trabalhar para jamais perder a credibilidade que tem com todos que o cercam, especialmente esposa e duas filhas. “Nunca ficarei com a imagem de um mentiroso”. Essa postura, ele pretende adotar firmemente durante todo o mandato como deputado distrital.

Fonte:

Deixe um comentário