Exoneração e lágrimas

Assessor parlamentar do ex-governador Joaquim Roriz desde a fundação da Câmara Legislativa, José Flávio de Oliveira trabalhou até o início deste mês com a deputada Liliane Roriz (PRTB). Pediu exoneração alegando que precisa cuidar da saúde, após submeter-se a uma cirurgia bariátrica. Pessoas próximas dizem que a distrital chegou a chorar após receber o comunicado. Afinal, José Flávio é considerado uma pessoa da família.

 

Partidos em gestação

José Flávio também é muito ligado a Valério Neves, que está na chefia de gabinete da presidente da Câmara, Celina Leão (PDT). Mas não é o time de Celina que ele passará a integrar. O experiente assessor tem acompanhado a criação de duas legendas – o Partido Novo (PN) e o Partido da Mulher Brasileira (PMB). Este último, sob a batuta de seu velho conhecido Paco Brito.

 

Um sedutor para a Mulher Brasileira

A missão de José Flávio seria conquistar filiados para o PMB. É aí que a amizade com a ex-chefe Liliane valerá. A filha de Roriz poderá ser uma das primeiras a assinar a ficha da nova legenda. Além dela, o sedutor tentará conquistar a adesão do peemedebista Robério Negreiros e o petebista Cristiano Araújo. Mas este já avisou que só sairia do PTB se fosse “numa boa” com o presidente regional e ex-senador Gim Argello. Já Negreiros não teria dificuldade, pois há muito não se entende com o comandante local do PMDB, ex-governador Tadeu Filippelli.

Fonte:

Deixe um comentário