Ex-jogador Roberto Carlos tem prisão decretada por não pagamento de pensão

Roberto Carlos publicou nota de esclarecimento sobre o assunto

O ex-lateral-esquerdo da Seleção e atual embaixador do Real Madrid, Roberto Carlos, teve prisão decretada nesta quarta-feira pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro por não pagamento de pensão alimentícia. A informação foi divulga inicialmente pelo blog do jornalista Leo Dias e confirmada posteriormente pela assessoria do ex-jogador. Em nota, os representantes de Roberto Carlos afirmaram que ele “efetuou o pagamento da pensão alimentícia referente a junho no último dia 3 de agosto”.

De acordo com o blog do Leo Dias, o débito seria da filha mexicana do ex-jogador, Rebecca, e Roberto não pagaria a pensão há dois anos. Segundo o jornalista, se estudou até expedir um comunicado internacional para que o ex-lateral fosse preso assim que encontrado. A prisão foi decretada na comarca de Itaperuna, no Rio de Janeiro.
Confira a íntegra da nota enviada pelo jogador
“Em virtude da notícia veiculada pela imprensa nesta quarta-feira (23), na qual informa que o ex-jogador e atual embaixador do Real Madrid, Roberto Carlos, teve a prisão decretada pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, a Futpress Comunicação, assessoria de imprensa do ex-atleta, informa que o Roberto efetuou o pagamento da pensão alimentícia referente a junho no último dia 3 de agosto.
 
No entanto, devido a um procedimento burocrático, o juiz responsável pelo caso ainda não manifestou-se a respeito. Fernando Henrique Pittner, advogado de Roberto Carlos, afirma que, após a manifestação descrita acima, o processo será regularizado.
 
Pittner ainda informa que a pensão referente ao mês de julho foi regularizada nesta quarta (23).”