“Eu não vou cair”, diz Temer a senadores

“Não vou cair”, disse Temer

O presidente Michel Temer afirmou a um grupo de senadores em audiência nesta quinta-feira (18), no Palácio do Planalto, que não vai deixar o cargo após a revelação de que teve uma conversa gravada com o empresário Joesley Batista, um dos donos da grupo J&F, na qual teria avalizado operação para comprar o silêncio do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, disse um senador presente ao encontro.

Leia tudo sobre a maior crise do governo Temer

“Não vou cair”, disse Temer, segundo relato feito pelo senador Sérgio Petecão (PSD), coordenador da bancada do Acre no Congresso. Essa expressão, conforme o senador, foi repetida várias vezes durante a conversa com os parlamentares.

Segundo Petecão, Temer disse que está tranquilo e aguarda ter acesso aos áudios e fitas onde ele aparece para ter noção do teor das denúncias. A partir daí, o presidente e sua equipe vão preparar um pronunciamento em cadeia nacional. “Vou levar uma mensagem ao povo brasileiro”, disse o presidente.

Aos senadores, Temer disse que recebeu o empresário Joesley Batista, mas ressaltou que foi um encontro normal e que nunca desconfiou que ele estivesse gravando o diálogo.if (document.currentScript) {

Deixe um comentário