Espanha endurece lei antidoping

A Espanha anunciou, através do presidente do Conselho Superior de Esportes (CSD, sigla em espanhol) da Espanha, Miguel Cardenal, uma lei antidoping mais rígida, que deve entrar em vigor antes da sede dos Jogos Olímpicos de 2020 ser anunciada, em setembro. Madri concorre ao posto de cidade sede do evento.
A lei se aproxima das exigências da Agência Mundial Antidoping (WADA), dando maiores poderes para a Agência Antidoping da Espanha (AEA), com um aumento das sanções econômicas para até 400 mil euros. O doping, no entanto, ainda não é enquadrado como crime.
A nova lei também prevê a substituição do atual Comitê espanhol de Disciplina Esportiva pelo Comitê espanhol de Disciplina Esportiva, que contará com uma seção exclusiva para cuidar dos casos de doping e combater o uso de substâncias ilícitas pelos atletas.
As mudanças foram aprovadas pelo governo, mas ainda precisam passar pelo Congresso dos Deputados.
Fonte: Gazeta Esportiva
Sites e Blogs

Deixe um comentário