Encontro de Economia Feminista e Solidária

Artesãs moradoras do Paranoá poderão participar, nesta quarta-feira (4), na administração regional da cidade, às 14h, do Encontro de Economia Feminista e Solidária de 2013, evento que faz parte do projeto Selo Rede Mulher Artesã, iniciativa da Secretaria da Mulher.

 

As participantes devem levar para o encontro uma amostra dos seus principais produtos, até o limite de cinco peças. Os produtos serão fotografados e, posteriormente, divulgados em um catálogo virtual, juntamente com a história de cada artesã.

 

“O catálogo virtual servirá como instrumento de divulgação e promoção dos valores agregados à produção das artesãs”, explicou a secretária da Mulher, Olgamir Amancia.

 

A atividade no Paranoá desempenhará um papel fundamental na disseminação das políticas e serviços disponibilizados às artesãs pelas instituições parceiras.

 

Durante o encontro, as participantes poderão acessar os serviços do Prospera Mulher, Centro Especializado da Mulher (CEAM Itinerante), Carteira da Artesã, Rota do Artesanato Candango, comercialização solidária, incubação de empreendimentos solidários, Fundo de Apoio à Cultura, cadastro de agente cultural, cursos de qualificação especializada, associativismo e cooperativismo e sorteios.

 

No evento, os empreendimentos coletivos (associações, cooperativas e grupos informais) poderão ainda se candidatar para serem certificados com o Selo Rede Mulher de Economia Solidária.

 

O projeto Selo Rede Mulher prevê ainda a certificação de pontos de promoção da Rede Mulher de Comércio Justo e Solidário para efetivar canais permanentes que deem maior visibilidade e escoamento da produção nos setores de Comércio e Serviços.

 

Os empreendimentos coletivos devem ser constituídos por, no mínimo, três artesãs, ter maioria feminina em sua composição e ser representados por uma mulher. Eles podem ser formados no momento dos encontros e não é necessário que possuam CNPJ, que tenham sede própria ou que possuam características produtivas em comum.

 

No próximo ano, serão realizados encontros no Gama, no Varjão e em Sobradinho, além de uma edição especial para mulheres rurais.

Fonte:

Deixe um comentário