Empresários em Ação homenageia Valdir Oliveira

Chico Leite (dir.) e seu irmão, Valdir Oliveira, que foi o homenageado da noite. Foto: Orlando Pontes

Trezentos representantes do setor produtivo se reuniram na noite de terça-feira (26) para homenagear o secretário de Economia, Desenvolvimento, Inovação, Ciência e Tecnologia, Antônio Valdir Oliveira Filho. A iniciativa foi do grupo Empresários em Ação, liderado pelo presidente do Sindicato do Comércio Varejista (Sindivarejista), Édson de Castro, e pela diretora da entidade, Janine Brito, presidente da Ferragens Pinheiro.

Presente ao evento no restaurante Coco Bambu, no Lago Sul, o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) considerou justa a homenagem ao seu colaborador, que recebeu uma placa como agradecimento pelos serviços prestados à economia do Distrito Federal.

“Valdir fez um gesto de amor por Brasília ao assumir a Secretaria de Desenvolvimento Econômico num momento delicado da vida nacional, em que a desmoralização da classe política teve consequências perversas para o País”, disse.

O governador ressaltou a capacidade de diálogo de Valdir Oliveira, que “sabe ouvir e entender os empresários para construir as melhores alternativas para Brasília”. Segundo o chefe do Executivo, sua gestão pode ser dividida em duas fases: Antes e depois da chegada de Oliveira.

“Ele preparou os alicerces para a retomada do desenvolvimento econômico, inclusive participando das negociações para mudança da lei que agora garante, no Distrito Federal, os mesmos incentivos concedidos pelo estado de Goiás, pondo fim à guerra fiscal”, além de mudanças no Código de Obras e na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Da esquerda para a direita: a empresária Janine Brito, o secretário Valdir Oliveira, o governador Rodrigo Rollemberg e o presidente do Sindivarejista, Édson Castro. Foto: Orlando Pontes

Estado enxuto – Ao agradecer a homenagem, Valdir Oliveira defendeu um “Estado enxuto” e propôs a criação de um estatuto de defesa do contribuinte, a exemplo da lei que existe para o consumidor. E atacou as corporações: “Não dá mais para conceder aumentos salariais com o aumento de impostos”.

Segundo ele, o setor produtivo “precisa gritar a sua dor para ser ouvido pela classe política”. E desafiou o governo a criar condições para reduzir a carga tributária com aumento da arrecadação a partir do crescimento econômico.

Em alusão às eleições de outubro, disse que, a partir de 2019, a população terá de optar “entre a Brasília séria e responsável e a Brasília populista, da demagogia”, revelando-se admirador de Rollemberg. “Passei a conhecer melhor um homem que faz política com ‘P’ maiúsculo”.

Oásis – O presidente do Sindivarejista, Édson de Castro, ressaltou a capacidade do homenageado em “desamarrar os nós da burocracia que emperram a economia do DF”.

De acordo com o líder empresarial, Valdir Oliveira é o homem capaz de “destravar negócios” a partir da correta mediação entre o setor produtivo e os poderes Executivo e Legislativo.

“Ele é um oásis em meio à aridez, que conseguiu viabilizar a sobrevivência de inúmeras empresas do comércio, da indústria, do agronegócio e da área de serviços”, completou a empresária Janine Brito.

Fonte:

Deixe um comentário