Emprego na indústria acumula queda de 5,6% no ano

Pesquisa da CNI mostra que os indicadores de produção e do mercado de trabalho industrial continuam caindo, aprofundando a recessão no setor
 

fábrica social2

O emprego na indústria caiu 0,9% em outubro na comparação com setembro, na série livre de influências sazonais. Foi o nono mês consecutivo de redução do emprego no setor, informam os Indicadores Industriais, divulgados nesta terça-feira, 1º de dezembro, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Com isso, o emprego acumula uma queda de 5,6% de janeiro a outubro em relação ao mesmo período de 2014.

“O emprego industrial em outubro é 7,7% menor do que o medido em outubro de 2014”, diz a pesquisa. Com o mercado de trabalho retraído, a massa real de salários diminuiu 1% em outubro frente a setembro, na série dessazonalizada. De janeiro a outubro, a massa real de salários teve queda de 5,7% em relação ao mesmo período de 2014.

A retração do emprego e dos salários é resultado da forte queda da atividade industrial. Depois da leve alta em setembro, o faturamento do setor caiu 4% em outubro frente a setembro, na série livre de influências sazonais. Com isso, o indicador está 15,3% inferior ao registrado em outubro do ano passado. As horas trabalhadas na produção diminuíram 0,7% em outubro frente a setembro, na série dessazonalizada. Com a nona queda consecutiva, o indicador ficou 12,8% inferior ao de outubro de 2014.

“Além disso, a ociosidade persiste com a Utilização da Capacidade Instalada marcando apenas 77,7% em outubro, na série livre de influências sazonais”, observa a pesquisa. O indicador é 3,4 pontos percentuais menor que o de outubro do ano passado.


Leia mais:


Em 12 meses, PIB despenca 4,5%, segundo o IBGE


Para o PT, Dilma não pode mais ser refém de Cunha


Cortes ameaçam viagem de Dilma à posse de Macri


 

Fonte:

Deixe um comentário